7 de out de 2011

Surgimento dos X-MEN

      Os X-Men foram criados por Stan Lee em 1963, e o autor, cansado das explicações mirabolantes para as origens dos poderes de seus personagens (como o Hulk, que adquiriu seus poderes após ser atingido pela explosão de uma bomba com radiação gama), decidiu simplificar: seus novos heróis - portadores de um gene mutante - já nasceriam com suas habilidades especiais diversas, vindo a manifestá-las na adolescência.

Estreia dos X-Men


      A equipe original foi organizada pelo professor Charles Xavier, que também é mutante e tem a capacidade (entre inúmeras outras) de ler e controlar mentes. Os primeiros X-Men foram os seguintes: Ciclope (Scott Summers, líder nas missões, capaz de disparar rajadas energéticas de seus olhos), Anjo (Warren Worthington III, que podia voar graças às asas em suas costas), Garota Marvel (Jean Grey, que podia mover objetos com a mente), Homem de Gelo (Robert Drake) e Fera (Hank McCoy, que tinha força, agilidade e reflexos sobre-humanos).


      Treinados por Xavier, os 5 mutantes tiveram a sua prova de fogo contra aquele que viria a ser seu maior inimigo: Magneto, o Mestre do Magnetismo. Logo em sua 1ª missão, os X-Men impediram que o vilão tomasse o controle de uma base de mísseis nucleares do governo norte-americano. Enquanto Xavier sonhava com um mundo onde humanos e mutantes vivessem em paz, Magneto queria que a sua raça dominasse o planeta e não precisasse mais lidar com o preconceito das pessoas "normais". 



      Essa primeira formação dos X-Men - que, assim como todas as posteriores, lutava para proteger as pessoas que muitas vezes os temiam e/ou odiavam - teve suas histórias escritas por Lee e desenhadas por outro mestre dos quadrinhos: Jack Kirby, que ajudou na criação não apenas dos mutantes, mas também de outros personagens clássicos como o Quarteto Fantástico, Thor e os Vingadores.





      Apesar de todo o talento da dupla Lee e Kirby e, mais tarde, de nomes como Neal Adams e Roy Thomas nas equipes criativas, a revista dos X-Men só conseguiu alcançar sucesso comercial em 1975, quando Len Wein e Dave Crockum reforçaram o grupo com personagens que até hoje são muito queridos pelos fãs: Tempestade, Wolverine, Colossus e Noturno.



Leandro Vargas

Obrigado, Leandro, pela colaboração. Nos anos 90 os X-Men surgiram na TV, com enorme sucesso.



 IMPORTANTE: Stan Lee, ao falar do preconceito com os mutantes, fazia uma metáfora com o momento histórico dos anos em que vivia, onde o racismo era muito forte e os afro-americanos lutavem por seus direitos de igualdade perante a sociedade. Dois ícones da época que tinham ideologias opostas ganharam nos quadrinhos, suas representações: O Professor Xavier representava Martin Luther King, que defendia a luta pelos direitos de forma pacífica, e Erik Magnus Lensherr (o vilão Magneto) representava Malcom X, cuja ideologia era "Olho por olho, dente por dente", e dizia para que quem sofresse preconceito e agressões reagisse de mesmo modo. 

      

Quer saber mais? Pesquise na internet sobre os conflitos raciais dos anos 50 nos Estados Unidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário