25 de jan de 2014

Leitura de clássicos em dia!

    Com a  facilidade de baixar os scans, acabamos não dando conta de tanta coisa pra ler. Dei uma conferida em alguns que nunca consegui comprar e que não conhecia, pra sair um pouco da mesmice:


 1- Graphic Globo - Dreadstar - Nunca tinha lido nada do personagem. Curioso ele ser a cara do autor, Jim Starlin. Muito boa essa edição! No estilo dramático do Capitão Marvel e Warlock, personagens com os quais o autor fez fama. Colorização fantástica.
Curiosidade: o personagem Syzygy Darklock é a cara do Eddie na capa do álbum Somewhere in Time, do Iron Maiden, vejam:




Syzygy









 2 - Druuna -  Morbus Gravis - Pra quem nunca leu histórias de futuro pós apocalíptico, deve parecer melhor, acho essas histórias da Druuna muito enroladas e demoradas, nem li a segunda edição (somente algumas partes, hehe). Claro que a arte é fantástica, e alguns conceitos também, mas muita coisa parece clichê hoje em dia. Vale pelo corpo da personagem, que convenhamos, não é pouca coisa. 
PROIBIDO PARA MENORES!





 3 - Graphic Globo - Marada, A Mulher-Lobo - Essa edição quase comprei em Porto Alegre uma vez, chama a atenção os desenhos e cores, em painéis muito lindos. A história, de Chris Claremont (X-Men) não é ruim, no estilo Espada e Magia.


4 - Sabre - Com o mesmo desenhista da fase clássica do Mestre do Kung Fu, conta uma história de luta por liberdade num futuro desolador, mas mesmo sendo clichê, com conceitos ultrapassados e tendo desculpas para cenários clássicos, os personagens são cativantes do início ao fim.




 5 - The Nazz - A História de um Super-Homem. - Em 4 edições, mostra a corrupção pelo poder, oriunda de uma divindade hindu, Vishnu, essa série começa muito bem, com texto poético e  filosófico nas palavras do personagem, que é escritor, mas se mostra muito longa na minha opinião. Legal as críticas aos gibis e super-heróis.

 6 - U.S. Tio Sam - com desenhos de Alex Ross (como sempre, um deleite), mas o roteiro não fica atrás, o texto mostra o lado podre  da história de um país, frases fortes e clássicas, humanização e corrupção de heróis (soldados), a política por trás do sonho americano e o sofrimento das minorias. Serve para refletir, o recado serve para todas as nações, sejam imperialistas ou dominadas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário