4 de jul de 2011

O Surfista Prateado (3)

 EDIÇÕES ESPECIAIS:




GRAPHIC MARVEL 9 (O Juízo Final) – De John Buscema e Stan Lee. A 1ª HQ com apenas um “quadrinho” por página. Após abandonar seu planeta natal, o agora livre Surfista Prateado encontra Nova, a terrestre que se ofereceu para ser o novo arauto de Galactus. Ao vê-la escolhendo apenas mundos sem vida, o surfista segue viagem. Mas o demônio Mefisto a faz apaixonar-se por Galactus e sair escolhendo qualquer planeta para satisfazê-lo. O Surfista enfrenta sua amiga, e depois se rende a Mefisto para libertá-la, mas Nova desperta e pede ajuda a Galactus, que enfrenta o demônio e ameaça devorar as energias do próprio inferno para salvar seu dois arautos.

GRAPHIC MARVEL 14 (Os Escravistas) – Pra mim, uma das melhores histórias do Surfista. Mrrungo-Mu, alienígena que escraviza e mata raças inteiras, é o responsável pelo desaparecimento do povo de Zenn-La. Ele está na Terra, derrotou os heróis mais fortes, e em seu harém de escravas está Shalla Bal. O Surfista encontra Lady Tnneya, a amante preferida de Mrrungo-Mu, fugitiva de seu senhor. Ela tem o poder de seduzir os homens, fazendo-os enxergarem nela a imagem de quem mais amam. No caso do Surfista, a bela Shalla Bal, e ele vai pra cama com a alienígena. Mas depois ela se revela e o Surfista vai à Terra enfrentar o escravista e salvar sua amada. Ele transfere parte de seu poder cósmico a um cientista, que se torna outro Surfista Prateado e destrói a fonte de força do inimigo, mas morre no processo, fazendo com que o poder volte a seu dono no momento em que seria derrotado. Surfista e Shalla Bal ficam juntos, e ele finalmente tem seu valor reconhecido pelos heróis e o povo da Terra, além das raças que salvou e levou de volta a seus lares. A única história do Surfista com final feliz! Depois dessa podiam encerrar a saga do personagem. [Pô,tempos depois, a Marvel matou Shalla Bal!]




GRAPHIC NOVEL 11 (Parábola) – De Stan Lee e Moebius. Uma das mais aclamadas histórias do Surfista Prateado. A HQ preferida de Stan Lee. Num futuro distante, o Surfista vive por vontade própria na Terra, como um mendigo. Então Galactus chega e se diz um Deus, diz que não existem mais regras morais e a sociedade se entrega ao caos. O Surfista volta à ação e enfrenta seu antigo mestre. O Devorador de Mundos havia prometido não destruir a Terra, mas não havia prometido não deixar que a própria humanidade se destruísse. Um líder religioso aproveita para se promover, até que Galactus mata sua irmã. Então ele e o povo abrem os olhos e o plano do gigante azeda. O Surfista é tido como herói e salvador. A humanidade deseja um líder que a leve ao caminho certo, quer respostas fáceis. O Surfista finge ser um tirano e os homens (ironicamente com exceção do antigo líder religioso) não percebem que era tudo para mostrar-lhes que devem procurar a fé em si mesmos. História cheia de mensagens (daí o título) e menções ao prejuízo do fanatismo religioso. O Surfista, mais do que nunca, é a imagem de Cristo, nas palavras que profere e nas atitudes que toma.

MARVELS 3 – A versão da história da chegada do Surfista Prateado e Galactus pela ótica de um fotógrafo de Nova York, com pinturas impactantes de Alex Ross.


Momento clássico dos quadrinhos – a despedida:



As primeiras postagens sobre o Surfista Prateado foram publicadas no antigo blog:



        www.gibiblioteca.zip.net

Um comentário: