28 de fev de 2012

Homem-Aranha e Seus Incríveis Amigos

       Hoje não falo de gibis, especificamente, mas relembro um dos desenhos que eu mais gostava quando era criança, que dá o título desta postagem. Andei assistindo os 24 episódios do clássico desenho de 1983, onde o aracnídeo trabalha junto com o Homem de Gelo (ou Homem Gelo) dos X-Men e Flama (na antiga dublagem acho que era Estrela de Fogo – que é o nome original). Claro que nas aventuras do trio, pela época, há muita ingenuidade e situações vexatórias. A heroína Flama, com seus poderes de fogo, foi criada primeiramente neste desenho e depois foi aparecer nos quadrinhos da Marvel, na equipe dos Novos Guerreiros. Na animação ela é a cara da Mary Jane, namorada de Parker nos gibis da época.
      Em episódios de mais ou menos 25 minutos, o trio enfrenta inimigos clássicos do Aranha como o Duende Verde, Kraven O Caçador, Mistério, Rei do Crime, Homem-Areia e também inimigos de outros heróis da Marvel, como o Dr. Destino (do Quarteto), o Fanático e Magneto (dos X-Men), Caveira Vermelha (Capitão América). Foi criado para a série o ridículo Videoman.

Muitos heróis também fazem suas participações – na maioria das vezes inúteis, já que o Aranha resolvia tudo: Capitão América, Hulk, Thor, Dr. Estranho, Namor e uma aparição-relâmpago do Homem de Ferro. Destaque para o primeiro espisódio, onde os personagens vão a uma festa a fantasia onde todo mundo está vestido de herói. Aparecem várias figuras da Marvel dançando, hehe.
     Na série, Peter Parker e a Tia May alugam quartos para Bobby Drake e Angelica Jones, identidade dos amigos do Aranha. No quarto, ao moverem uma estátua, os móveis giram e o laboratório deles aparece, com passagem secreta e tudo. Ah, e ainda tem a participação da cadela Senhora Leoa.


O interessante desta série são as piadas que Bobby e Peter fazem, sempre provocando um ao outro e sempre dando em cima de Angélica. Eles são amigos mas disputam o coração da heroína, formando um triângulo amoroso. Ela sempre trata bem os dois, não demonstrando preferência, e sempre comenta sobre suas saídas com outros caras. Dois romances inclusive aparecem na série, um ex que agora virou uma ameaça e ela “fica” com o herói japonês Fogo Solar. Num certo episódio o Homem de Gelo chega a dizer pro Homem-Aranha algo como: Você gosta muito dela, né? É, eu também, mas fogo com gelo não combina. Por que você não fala pra ela? O Aranha responde: Porque se ela disser não, adeus Amigos do Aranha. E essas discussões aconteciam sempre enquanto lutavam ou se preparavam pra ir atrás do inimigo.
       Além disso, ao entrar em ação, Flama e Homem de Gelo se transformavam rapidamente enquanto o Aranha demorava mais, tendo que trocar de roupa, o que era engraçado. A dublagem antiga foi alterada, colocaram no Homem-Aranha a voz do desenho dos anos 90. Não lembro das vozes antigas, mas a de Bobby está muito engraçada agora. Eles está sempre falando bobagem e às vezes chega admitir que fala demais ou que não foi feliz com sua piada.





     Não lembro bem o ano nem o programa em que passava esse desenho na Globo. Bem que podia passar de novo, a criançada ia se divertir muito e sair gritando como os heróis: Amigos do Aranha, vamos nessa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário