20 de set de 2014

WATCHMEN - Quem Vigia Os Vigilantes?

      "Watchmen, afinal, é muito mais do que um gibi de super-heróis, é um universo de discussões sociais, morais, artísticas, bélicas, governamentais... humanas". - Érico Borgo, para o site Omelete.




     Com a citação acima, tento resumir, mas não dá, o que senti lendo Watchmen - Edição Definitiva, relançada pela Panini este mês. É muito, muito complexo. É uma leitura pesada, que exige certo conhecimento de história e dá um desgaste mental. Com certeza não é numa primeira leitura que se digere uma obra de tal magnitude. É muito rica!

    Trecho da página 346:

Reflexões de Ozymandias, o homem mais inteligente do mundo.
   

     Sei que parece clichê falar desta obra, existem sites, blogs, materiais em livros e revistas que detalham o conteúdo, e nem pretendo fazer resumos aqui, e sei que parece clichê defender os quadrinhos como literatura ou defender  as HQs de super-heróis que tanto gosto, mas essa história e o personagem Dr. Manhattan simplesmente humilham outras obras do gênero. Alan Moore é o Cara, ponto. 

Na figura, de cima para baixo: Dr. Manhattan, Comediante, Spectral, Ozymandias, Capitão Metrópole, Coruja e Rorschach (baseados em personagens da Charlton Comics). 



     Não li nem pretendo ler, pelo menos por enquanto, os recentes lançamentos da série "Antes de Watchmen", que tentam tirar vantagem e lucro da obra original. Deviam deixar quieto.

     Já tinha visto o filme 3 vezes e adorado, é bem fiel ao conteúdo, claro que com alterações. Agora finalmente adquiri a série que não havia tido oportunidade de ler. Está lá na estante, uma das pérolas da coleção!

O filme Watchmen - recomendo.

     Rorschach é o meu personagem favorito! Mesmo sujo e meio psicopata. Como o Batman, hehe.


 :)




Nenhum comentário:

Postar um comentário