9 de abr de 2015

Quadrinhos nacionais

Repostando texto de 2011 do antigo blog:

   Lampião... Era O Cavalo do Tempo Atrás da Besta da Vida. - Uma edição premiada em preto e branco. Autor assina como Klévisson. Conta as últimas horas do cangaceiro Lampião, quando seu bando foi cercado e fuzilado. A arte é muito boa, o texto expressa o coloquialismo dos personagens. 
   O álbum tem um acabamento de luxo e formato gigante, com páginas de informações sobre o momento histórico e ainda um adendo com referências de objetos e instrumentos usados no sertão na época, para desenhistas, e historiadores. Só não gostei do fato de a HQ em si ser muito curta, além de ter pouco diálogo.



 


   Sepé Tiaraju – lançado pela Câmara de Deputados, foi distribuída para as escolas contando a história do herói indígena que defendeu seu povo na luta contra os colonizadores. Embora tenha estudado sobre o vulto histórico guarani, eu nem lembrava quem ele era. 
   As missões até hoje são consideradas uma sociedade perfeita que mesclava crenças e costumes de diferentes povos de forma pacífica, pois os missionários convertiam os índios em cristãos, mas os deixavam viver com seus costumes, “um triunfo da humanidade”. Depois de firmados e construírem suas cidades (chamadas Reduções), foram liderados por Sepé na revolta quando soldados quiseram, por ordem da Coroa Espanhola, que eles se mudassem para outra região. Eles não viam sentido em obedecer cegamente alguém que não conheciam e resistiram até onde podiam, mas acabaram perdendo no final. 
   Muito humana e interessante esta obra, com acabamento de luxo. Embora desenhos e cores não sejam de um padrão internacional, a edição é muito boa. O lançamento foi iniciativa do Deputado Federal Marco Maia. Roteiro de Luiz Henrique Gatto e arte de Plínio Quartin.



Nenhum comentário:

Postar um comentário