1 de mar de 2015

Do Inferno

       Cada vez mais fã de Alan Moore, estou terminando de ler as 52 páginas de comentários (que por si só já dariam um livro com tantas referências de pesquisa) sobre a HQ, que só havia sido publicada uma vez no Brasil pela editora Via Lettera no formato de minissérie e agora volta às bancas numa edição encadernada cheia de extras pela editora Veneta.






        Pô e dizer que eu gostava do filme, agora achei um horror, porque não respeita a obra em nada...



     O texto abaixo foi publicado no blog Olhos Estranhos, do meu amigo Leandro Vargas (link aí do lado) e compartilho com ele minhas impressões acerca da magnífica obra:

      "Sensacional a graphic novel "Do Inferno", escrita por Alan Moore e ilustrada por Eddie Campbell. O "tijolo" lançado recentemente pela Editora Veneta ficou incrível e reúne em 592 páginas a história completa (dividida em quatorze capítulos, mais prólogo e epílogo), mapas de Londres, cinquenta páginas de comentários do autor sobre os capítulos e uma história extra que lista todos os autores que tentaram identificar Jack, o Estripador.


Com belos desenhos de Campbell e um texto rico e extremamente detalhado de Moore, "Do Inferno" é uma das melhores HQs já produzidas e apresenta de forma magistral uma interessante teoria para os crimes do famoso serial killer inglês.

A história traz momentos de puro horror (a parte em que a prostituta Mary Kelly cai nas mãos de Jack é assustadora), mostra como a população "comum" pode ser facilmente enganada e manipulada por uma pequena elite e(no quarto capítulo) um complexo passeio por Londres que tem tanta informação que é impossível captar tudo em apenas uma leitura. 



Destaque ainda para o capítulo 14, que fecha a história e é uma grande viagem pela mente do estripador Jack, e para o capítulo 5, que compara - de forma bem melancólica - as vidas do assassino e de uma de suas vítimas.

Recomendável apenas para quem tem estômago forte e imperdível para os apreciadores de boas histórias!"

Capa da edição antiga


Nenhum comentário:

Postar um comentário