23 de mar de 2012

HQ'S MEMORÁVEIS

       Sempre gostei do Quarteto Fantástico. Embora os filmes sejam fracos quem tem interesse nos heróis não deve se guiar pelo cinema e procurar as boas histórias do grupo, que foi o primeiro da Marvel quando surgiu como a editora famosa que é hoje. Entre muitas edições que tenho, uma dos naos 90 marcou por ser uma tentativa de firmar uma nova linha de revistas e deu a chance dos 4 heróis terem um título prórprio. A edição nº 1 da fase Heróis Renascem surgiu após a saga do vilão Massacre, onde muitos heróis foram dados como mortos, mas foram enviados a um mundo compacto e reviveram suas vidas de maneira minimamente diferente. O destaque da edição eram os desenhos de Jim Lee, mas no final aideia não deu certo e o Quarteto voltou a ser publicado em outras revistas. 


       




        
     Criado em 1962 por Stan Lee e Jack Kirby (sempre eles), o Quarteto Fantástico conta com o Sr. Fantástico (Reed Richards), com poderes elásticos e inteligência fora do comum, sua esposa Mulher Invisível (Susan Storm Richards), que projeta campos de força, o irmão de Susan, Tocha Humana (Johnny Storm) e Benjamin Jacob Grimm, o Coisa, com superforça, o melhor amigo da família, o único que não consegue reverter a sua forma humana e sofre muito por isso. Depois de srem irradiados com energia cósmica numa viagem ao espaço, manifestaram seus poderes e utilizaram para ajudar a humanidade. Sem máscaras, sem dupla identidade, são personagens que trazem valores familiares e exploram o universo em suas aventuras, que trazem também drama e humor. O casal Richads já tem 2 filhos, Franklin e Valéria.


    Biblioteca Histórica Marvel: O Surfista Prateado 1 – As seis primeiras histórias as série própria do personagem, - que surgiu nos gibis do Quarteto fantástico - com acabamento de luxo, capa dura e papel especial, com texto integral e mais próximo do original. O que eu sempre sonhei como fã do Surfista. Pena que escaparam alguns erros tipográficos, letras trocadas ou faltando. E eu preferia a tradução mais livre e poética de algumas histórias quando publicadas na editora Abril. Estou esperando o nº 2. Custava R$ 62,00. Comprei por R$ 49,90 e NÃO empresto!


    Marvel Max Especial: Alias – Quando surgiu nas bancas, Marvel Max prometia quadrinhos adultos, e o carro-chefe era a série Alias, mostrando as desventuras de Jessica Jones, uma detetive particular e ex-super-heroína atrapalhada, uma mulher insegura e cheia de defeitos, com baixa auto-estima e etc. Esta edição mostra o final da série, revelando que Jessica havia sido manipulada pelo Homem-Púrpura, que de vilão de terceira passou a ser um dos mais cruéis da Marvel. Ele tem o poder de liberar um tipo de feromônio que faz com que as pessoas obedeçam. Imagina o que ele fazia com as mulheres. Mas Jessica foi manipulada por oito meses sem ser abusada sexualmente, feita de escrava superpoderosa e obrigada a assistir às relações dele com outras e espancada. Isso trouxe vários traumas, e no final ela descobre estar grávida do herói Luke Cage, que se mostrou disposto a começar uma vida nova com ela.

 

   Vingadores Anual 1 – Oito histórias em série que mostram os bastidores da formação e de várias fases do grupo de heróis. Bons desenhos e argumento. Bastante aventura e curiosidades da intimidade dos personagens. Só incomoda a mania de querer adaptar aos poucos a mitologia de 60 anos de cronologia para os leitores mais jovens. Então detalhes como tv a cabo e celular aparecem na época em que o Capitão América foi despertado do congelamento (a que foi submetido no final da Segunda Guerra Mundial) para mostrar seu deslocamento  no mundo moderno. É que os fãs antigos sabem que ele foi descongelado nos anos 60. Mas é uma tendência atual, para os leitores novos não se sentirem tão desatualizados.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário