20 de jan de 2013

O Reino do Amanhã e Odisseia Cósmica

   Li mais dois clássicos da DC Comics que há muito me apeteciam!!
   O Primeiro é considerado uma das melhores histórias em quadrinhos dos anos 90, e interpretaçõs mais profundas revelam uma crítica à própria indústria dos gibis com heróis musculosos e violentos, histórias de ação sem conteúdo, diferente de outras épocas de discursos mais maniqueístas e ingênuos, mas em minha opinião mais recomendável a uma sociedade cada vez mais cínica (ou estou ficando velho). Muito blá blá blá, né?



    Mas o que importa é que temos uma trama legal e os desenhos de Alex Ross, que já dispensam qualquer elemento a mais (desculpem, demais artistas). Num futuro não muito distante, seres superpoderosos não se comportam como heróis, não têm honra nem responsabilidades, e devido a  falta de apoio da humanidade, Superman (aqui mais velho e sombrio) e os demais heróis conhecidos se retiraram.
    Mas para salvar o mundo, ele acaba retornando e inspirando seus colegas da Liga da Justiça, para ensinar os jovens meta-humanos a agirem para com o bem da humanidade. O problema é o que fazer com os que se negam. Mais detalhes estragariam a trama, cheia de detalhes sórdidos e fatos surpreendentes. Um pastor de igreja é levado pelo Espectro (uma divindade cósmica) para ajudá-lo a decidir o destino do mundo. A imagem do pastor foi inspirado no pai do desenhista.

Capitão Marvel tem destaque na trama

   Sinceramente eu esperava mais da história, mas acredito que a decepção seja por causa da grande expectativa depois de tantos anos, mas está longe de ser ruim. Fãs de longa data da DC conseguirão encontrar mais detalhes e referências a personagens diversos (o que não é meu caso). Foi publicado em 4 partes pela Editora Abril e encadernado pela Panini, com páginas a mais.





    A segunda HQ de hoje é Odisseia Cósmica, que por anos eu vi numa banca de usados em Rio Grande e nunca comprava, mas agora li o scan e gostei bastante, com argumento de Jim Starlin (Thanos) e desenhos de Mike Mignola (Hellboy), conta como Darkseid pediu ajuda de vários heróis e do seu inimigo Pai Celestial para tentar obter poder e deter a Entidade Antivida. Com personagens consagrados e outros resgatados do esquecimento (como o Lanterna Verde John Stewart e o Forrageador), a história é bem sóbria, sem grandes exageros e ação competente. Batman, Superman, Estelar, Etrigan,  Órion, e o Caçador de Marte participam, cada um dando seu show de personalidade enquanto o leitor se diverte!





Nenhum comentário:

Postar um comentário